10 de fev de 2008

Então vamos falar de...

Minha estranheza, sim, sou meio que... estranho.

Tentei achar alguma imagem estranha para ilustrar a mim, mas não se acha isso fácil.

Lendo 12553 guias de "Como se cria um blog", "Como cria um layout moderno" e "Como conquistar uma gordinha", descobri que o melhor "primeiro post" seria eu introduzir em você (duplo sentindo, por favor) qual é a idéia desse blog e de quem sou eu. E como você é viadinho e que saber qual é a minha, desliga Frets on Fire ae e leia.

-MaxX POxXxah...vUXxE EStAh nU Seu 7º pOsT...naUm axXxaH KI tah 1/2 aXXIM...aTRaSadu naum??!?! LoW
(representando interlocutor emo que você é.)

Idaí emuxo? O ano no Brasil só começa mesmo depois do carnaval e ninguém reclama. Continuando...

Descobri-me nerd ano passado, mesmo sendo nerd desde dos 7 anos (irei explicar mais à frente).

Desde que me conheço por gente sou um cara que vai bem nas aulas, não perturbo ninguém, falo desculpa/com licença com tanta frequência que até irrita; tímido pra cassete, ao ponto de não querer ir ao mercado da esquina porque conheço 60% dos empregados porque já foram meus amigos e agora só são... conhecidos. Sempre tento escapar, e sempre me deparo com um, verifico se ele não está ocupado demais para perceber minha presença, do uma olhada, e se, na pior das hipóteses, ele retribuir olhar, tenho que dizer meio que sem graça "E ae 'fulano' (coloque aqui o nome do funcionário) tudo bem?" e a resposta "Aeae, tudo bem?". (A maioria das perguntas vem como resposta outra pergunta não respodendo a sua pergunta, já percebeu?)

E por ser tão.. educado e tímido sempre fui tirado como estranho, ou cdf (já que pouca gente que conheço conhece o termo "nerd")
Até hoje teve apenas 3 pessoas que discordam disso, minhas 2 antigas professoras da 8º série e 1 da 5º série. Por que achavam isso? Isso já é assunto para outros post... heh

7 anos... Começo a 1º série com muitos sinais nerd. 3 meses de escola e já estava acontecendo sinais de bullying que nerds sempre sofrem.

Até os 10 anos, não sabia muito bem que era internet além dos jogos em-flash-sem-graça e o bate papo UOL. (o cúmulo da carencia, é melhor jogar tibia do que ir ao bate papo encontrar umas g4tinh@_d@_webc@m.
Pensando bem... não é pior que tibia mas é tão ruim quanto.)

Mas já estava iniciando meu ritual ao caminho "nerd side". Por exemplo, comprei um deck de Pokémon (ok, péssimo começo, mas todo mundo tem um começo, o meu só foi um pouco.. pior.) e fiquei doido para jogar, foi ai que conheci um lugar que tinha campeonato todo domingo e de quebra distribui insígnias aos que conseguia uma boa pontuação (TENHO 4 INSÍGNAS E ERAM DISTRIBUIDO 8. LOL).
É a Devir, para quem não conhece é um centro... NERD de São Paulo eu suponho. Por que desse supositório dessa suposição?
Lá vende vários tipos de RPG's, HQ's, TCG's(jogo de cartas como Pokémon e Magic [ainda quero aprender a jogar a porra desse jogo]) além de acessórios para os mesmos. E quase sempre tem um campeonato e outro, e às vezes até mundial se não me engano, enfim... E meus pais sempre me aturavam transportava aos domingos de tucuruvi até cambuci. Para quem não conhece são paulo (eu ainda conheço pouco) é como por exemplo, ir da putaquepariu até onde judas perdeu as botas. Um pouco mais longe na verdade. Esse também foi meu primeiro contato com outros nerds.

Dos 11~12 descobri o melhor da internet e o que ela tem a me oferecer (lol, não vi porno seu mente suja). Comecei a ler blogs, baixar vídeos, músicas, jogos on-line, coisas que um não-nerd (ou uma pessoa normal) também faz.
E o que baixava era aleatório, porque eu conhecia ninguém que podia me indicar algo bacana pela net, tive que descobri na raça!! (leia-se google).

Aos 13... aprimorei meu conhecimento em pc/internet e comecei a jogar jogos on-line.

Aos 14 já era nerd por completo, sem saber. Além de continua a tímidez e deixa a vida social de lado, já tinha achado quase tudo que é nerd pela net, obras de J.R.R. Tolkien, séries como lost/heroes, coisas que o pessoal considera newnerd (ou um nome parecido, não irei pesquisar, rá!) como mangás e animes. E comprei alguns HQs. E continuo entendendo tanto de futebol/carro/mulher como entendo de natação. E aos 7 anos eu me afoguei, e como a salva-vidas não era gostosa, não finge que estava desmaiado.

Photobucket
Ela estava de folga no dia...



E achei tudo isso tudo por gosto, coisas nerd me atraem. (óhh, santo google)

E por fim, descobri o Jovem Nerd. Só vi por curiosidade, mas foi ai que percebi... PATAQUEPAREO, SOU NERD! QUE lOLolOL.

Antes eu ficava preocupado de ser nerd, já que era sinonimo de "otário-semvidasocial-convecido-cheirandoaleite-tetudo" para muita gente que conheço. Mas conheci nerds bacana que não é nenhum pouco "otário-semvida[...]". Via net, claro. Como Luke, o próprio site JN, outro site bacana como AoE (se você se confundiu com Age of Empires, você é TANGA) e até she-nerds como a Bee (que não é tão nerd assim...) e descobri que ser nerd, não é tão ruim é pior que eu pensava. Então saí do armário (uii) aqui estou...

15 anos, criei um blog no auge da minha vadiagem de férias e estou doido para aprender html. Alguém ae sabe curso por correspondência de qualidade? Ok, não precisa responder.

Você deve estar se perguntando, afinal por que falei todo essa confissões muito emo história de minha vida nerd. Falei para encher linguiça mesmo, perdeu os minutos precisos com sua vida com bobagem, rá!

Este blog ira abordar sobre...: Nada, com um pouco de nata, misturada com minha vida nada social. Espero que se divirta. Se não, leia os blogs/sites que citei acima que também irá se divertir. Ainda não?! Então vai paraputaquepariu.

Viado é rolimã.

PS: Ainda tenho um fichário com as centenas cartas de pokémon aqui em casa, acho que são mais ou menos 300 (Agora você teve está pensando, "La vai mais um infame 'this is sparta'". Desculpe te iludir mas... está certo) eu disse, 300 (THIS IS SPARTAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!) cartas. (Deve ser mais ou menos isso de carta mesmo, mas eu TINHA que falar isto.)
PS2: Tudo que sei de inglês aprendi no video-game, quer coisa mais nerd?

0 Comments: